terça-feira, 20 de abril de 2010

Mais um momento de tremer dos pés à cabeça...

(imaginem que é um menino, o da foto)
Depois de jantar, começa a chorar porque quer ir fazer bolinhas de sabão para a janela, eu digo para esperar que eu acabe de arrumar a cozinha, mas todas sabem que as coisas têm que ser feitas no minuto deles e não no nosso, por isso começa a choradeira e as frases: e eu quero agora, e quero fazer bolinhas, e quero ver a televisão, e não quero ir para a cama, e quero ir embora, quero ir passear à rua.....
Conto de 1 a 1.000 e deixo-o chorar um bocadinho (não faz mal, até faz bem à pele), cala-se e diz: - Eu quero o papá..... (glupppp não é costume dizer estas coisa) - Mas, tu já falaste com o papá! - Mas eu quero ele aqui..... (e desata a chorar e a gritar........sim não sabe fazer uma coisa de cada vez) - Mas, o que foi????? Tás aqui com a mamã, já vamos fazer bolinhas, já tivemos a fazer puzzles.... - Mas, eu quero o papá e a mamã, aqui os dois... - Filho não pode ser, o papá tem a casinha dele e nós temos a nossa casinha.......... Cada vez chora mais.... Agarro-o e começo a ficar também um bocadinho emocionada..... - Mamã, podíamos ser uma enorme família feliz? - Sim, filho nós somos muito felizes, somos uma família muito feliz, a mamã está aqui contigo... - Mas, eu quero ser uma enorme família feliz também com o papá..... (não se aguenta, pessoal, por mais que eu não quisesse chorar, não dá) - Filho, tu e a mamã são uma enorme família feliz e quando estás com o papá também são vocês os dois uma enorme familia feliz, pode ser?????? Com a cara toda molhada, ranho à mistura e os olhos com as pestanas todas juntinhas lá diz: - Tá bem, mamã...... (sem mais comentários)

8 comentários:

Vera disse...

a cabecinha dele deve estar uma confusão...

tem calma!

big kiss

barrigacheiadefelicidade disse...

caramba...
conheço lindamente esta sensação...
E fico de rastos quando qualquer um dos meus filhos pede o papá...
ainda hoje, dia de o V. levar os mais velhos à escola, a felicidade deles foi tão grande quando acordaram e o viram! e o M. só se agarrava a ele a dizer: "eu quero-te, papá, eu quero-te..."
Nao deixo de ficar com o coração partido apesar de já ter passado mais de um ano...
E às vezes tb ainda me perguntam porque é que o papá nao pode dormir lá em casa...
Mas eu costumo dizer-lhes (até porque é verdade) que continuamos uma familia grande e feliz e que gostamos todos uns dos outros, muito embora o papá e a mamã vivam em casa diferentes...
Mas nunca é fácil,´eu sei...
Beijinhos daqui até aí!

Mami disse...

Bem... essa até me partiu o coração...tadinho dele...
Beijos grandes para ti que és uma grande mãe não duvides disso nunca...
BJS

Deboraah13 disse...

Tadinho :(
Ate eu fiquei com um no na garganta!
Dificil imagino.
Beijocas querida*

Storinha disse...

Até a mim me deu vontade de chorar... conheço tão bem essa sensação...

Nicas disse...

Que situação! Confuso para ele e dificil para ti. Até me apertou o coração ao imaginar a situação!
Deve ser muito complicado quando eles ainda não conseguem entender bem as situações e deve ser penoso para ti ouvir essas coisas dele. Acho que ainda deves ter algum sentimento pelo teu ex-marido e por isso deve custar imenso.
Mas a vida é mesmo assim, dá voltas e cambalhotas e nunca se sabe o dia de amanhã.
Uma boa dose de paciência.
Beijinho grande

Anónimo disse...

Amiga, não sei o que te dizer, a não ser dar-te a maior força! As crianças são assim, a cabecinha deles não compreende estas situações e provavelmente agora está a aperceber-se na escola que os amiguinhos vivem com o pai e com a mãe e o que para ele era uma situação normal (pai numa casa e mãe noutra) passou a ser uma coisa anormal... Tempo e paciência, é o que é preciso (embora seja mto fácil falar e mto dificil fazer).
Beijos grandes!!M.

Lu! disse...

Deve ser muito complicado =/