sexta-feira, 26 de março de 2010

E depois do desgosto de amor??????

Quando sofremos um desgosto de amor: - Deixamos de acreditar nos homens? - Achamos que já não conseguimos ter um relacionamento sério e normal com alguém? - Temos sempre os dois pés atrás? - Não acreditamos numa palavra do que nos dizem? E se formos assim tão negativas e não dermos porque temos medo de receber, o que acontece? Digam lá o que pensam e as vossas esperiências... (em nossa honra T., vamos lá ver se aprendemos com as meninas)

6 comentários:

Rice disse...

eu só sei que assino por baixo de tudo o que está escrito

T. disse...

- Deixamos de acreditar nos homens? Sim!
- Achamos que já não conseguimos ter um relacionamento sério e normal com alguém? Sim!
- Temos sempre os dois pés atrás?Sim!
- Não acreditamos numa palavra do que nos dizem? Nunca!
Mas depois passa! Quando encontramos "O" homem da nossa vida, aquele por quem vale a pena repensar tudo em que acreditamos e a vida comeca de novo!!!!
E digo isto 7 anos e 3 filhos depois!!!!!
Abencoado divorcio!!!!!!!!! LOL
Quando chegar a altura vais acreditar de novo!!!!
Beijinhos

Tita disse...

Obrigada querida T.
O teu caso inspira-me, pode ser que acabe por acontecer à minha amiga e mim.

LOL, LOL

LaranjaLimão disse...

Só não acreditas no amor futuro, no possível novo amor, se estiveres presa ao passado. Isso que sentes não está associado ao medo de viveres um novo amor, ao medo de "receber" mas sim a essa prisão da qual não te consegues libertar. Acho que, quando ainda estamos apaixonadas por "aquele" amor que ficou lá atrás, dificilmente conseguimos levar a vida em frente, isso sim, é uma condicionante que trava a tua felicidade futura.

Mas acho que isto que aqui escrevo já te disse antes :) de qualquer forma, eu acredito que a tua felicidade vai acabar por chegar, tu mereces e sabes amar, por isso, tens tudo para ser feliz, se ainda não o és com alguém é pq certamente Deus ainda não encontrou alguém à tua altura para colocar no teu caminho ;)

Beijoca grande minha querida.

Green Eyes disse...

Ou então somos ainda mais radicais, como eu...

Nem sequer nos damos a hipótese de pensar sobre o facto de podermos ser amadas, achamos que não merecemos e que é nosso karma ficar sozinhas...

É negativo eu sei... mas aprende-se a viver com isso :)

Beijinhos e espero (sinceramente) que não penses como eu, dá uma hipótese :D

Rita Baguinhos disse...

Tive um grande desgosto de amor e achei que nunca mais me ía apaixonar por ninguém, que os homens era todos farinha do mesmo saco (uns sacanas, portanto lol) mas 5 anos depois encontrei O verdadeiro amor da minha vida, o meu companheiro, o meu amigo, o pai dos meus 4 filhos, já lá vão 9 anos deste amor que me alimenta e me faz sentir viva.

Acredita sempre... porque ainda há pessoas pelas quais vale a pena entregarmo-nos e sermos felizes!!!